terça-feira, 26 de agosto de 2014

A revisão semanal



Mudança
Conforme prometido na semana passada, compartilho com vocês uma dica prática, extraída da metodologia GTD (Getting things done - Fazendo as coisas acontecerem, em uma tradução livre), postada no excelente site Valores Reais.

Assim como a Regra dos 2 minutos já postada aqui no blog, David Allen, um dos criadores dessa metodologia, enfatiza a importância de ser criar o hábito da revisão semanal, de forma a torná-la rotineira em nossa vida. Não vou dizer que é fácil, mas como disciplina, perseverança, força de vontade e determinação, tudo ficará mais agradável e ameno.

Basicamente essa revisão é uma maneira de refletirmos sobre nossas ações, se elas estão alinhadas de forma eficaz com nossos objetivos. Dessa forma, além de ter mais consciência sobre si mesmo e mais controle sobre as coisas no momento presente, você terá uma visão mais clara do que está funcionando e do que não está e assim será mais fácil fazer os desvios e ajustes necessários para que a rota pela qual segue realmente o leve a conquistar seus objetivos.

Encerro esse artigo com uma brilhante frase do Guilherme, do Valores Reais sobre o assunto:

"O valor das metas futuras não reside na imagem do futuro que se cria na mente, mas sim na mudança que elas provocam no presente."

 
Espero que tenham gostado.
Até a próxima semana!



Créditos da imagem: Stuart Miles - Free Digital Photos

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Sonhos e realidade


Todos temos sonhos, projetos e metas. E muitas vezes, ou na maioria delas, não conseguimos concretizá-los pelos mais variados motivos. Arrisco dizer que um dos fatores para as coisas não deslancharem é por termos em nossa mente a imagem muito clara de onde queremos estar no futuro, mas essas imagens apenas ficam lá, como se fizessem parte de um quadro estático. Acreditamos que não precisamos fazer muito, ou nada, para que nossos objetivos se concretizem, pois o futuro se resolverá por si mesmo e o que tiver que acontecer, de uma forma ou de outra, acontecerá.
Construindo

Talvez essa nossa crença esteja relacionada com nosso próprio conformismo, com alguns livros de autoajuda, com os filmes e romances com finais felizes e também com interpretações equivocadas de textos bíblicos, como o famoso "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á." (Lucas 11:9).
Eu creio na Bíblia como a palavra de Deus, mas nesse caso não está escrito que devemos pedir o que quer que seja e esperar sentados, sem tomar nenhuma atitude.

Assim como o nosso presente é resultado do nosso passado, nosso futuro é resultado de nossas ações no momento presente.

Pense nisso, e quando vier à sua mente o pensamento de que não é necessário esforço, foco e disciplina, lembre-se de que hoje você vive o resultado das escolhas que fez ontem.

Na próxima semana postarei uma dica prática sobre o assunto.

Até lá!

Créditos da imagem: Srenjith krishnan - Free Digital Photos

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Uma pequena reflexão


O cientista escala as montanhas da ignorância e, quando se aproxima da rocha mais alta, prestes a conquistar o cume, é saudado pelos teólogos que lá já estavam há séculos.
(Robert Jastrow - astrofísico da NASA)


Natureza

Créditos da imagem: digidreamgrafix - Free Digital Photos

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Servir



Help
Toda a natureza é um desejo de serviço.
Serve a nuvem, serve o vento, servem os vales

Onde haja uma árvore para plantar, planta-a tu.
Onde haja um erro para emendar, emenda-o tu.
 

Sê aquele que afasta a pedra do caminho,
O ódio dos corações e as dificuldades do caminho

Existe a alegria de ser bom e o prazer de ser justo.
Existe, sobretudo o sublime, a imensa alegria de servir.


Como seria triste o mundo se tudo já tivesse feito;
Se não houvesse um roseiral para plantar,

Uma empresa que iniciar.
 

Que não te atraiam somente os trabalhos fáceis.
É tão belo fazer uma tarefa que os outros recusam!
 

Mas não caias no erro de que só se conquistam mérito
Com os grandes trabalhos.
Há pequenos serviços que são imensos serviços: adornar a mesa,
arrumar as cadeiras, espanar o pó.
O serviço não é só de seres inferiores.
 

Deus que dá o fruto e a luz, é o primeiro a servir.
Poder-se-ia chamá-Lo assim: SERVIDOR.

E Ele, que tem os olhos em nossas mãos,
nos pergunta todo dia: "Servistes hoje? A quem?
A árvore, ao teu amigo ou aos teus familiares?"
(Gabriela Mistral)


Créditos da imagem: David Castillo Dominici - Free Digital Photos